POLÍCIA

Polícia Civil identifica corpo de empresário desaparecido em Araguari

Publicado em

Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou o corpo de um empresário desaparecido em Araguari, no Triângulo Mineiro, desde o dia 4 de outubro deste ano. O corpo foi encontrado no dia 13 de outubro, na zona rural do município de Indianópolis, distante cerca de 60 quilômetros de Araguari. Uma entrevista coletiva sobre o caso foi concedida nesta segunda-feira (20/11).

O cadáver foi localizado em avançado estado de decomposição e sem nenhum documento, o que impediu a imediata identificação da vítima pela Polícia Civil. O homem estava com pés e mãos amarrados, indicando sinais de violência.

Ao que indicam as investigações conduzidas pela equipe de investigação de homicídios da Delegacia Regional de Polícia Civil em Araguari, o empresário pode ter sido vítima de latrocínio. “Verificamos que o veículo dele, o telefone celular e a carteira com documentos, dinheiro e cartões foram subtraídos, o que pode sugerir crime de motivação patrimonial”, revelou o delegado Felipe Oliveira Monteiro.

Desaparecimento

As investigações se iniciaram após o desaparecimento ser noticiado por familiares e amigos. A PCMG buscou registros de imagem da vítima, nos quais foi possível observar o empresário saindo de sua residência e em seu local de trabalho na tarde do dia 3 de outubro. Já no início da madrugada do dia seguinte (4/10), o homem teria saído de um bar que costumava frequentar por volta das 2 horas, sendo essas as últimas imagens do homem com vida.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar prendem casal por tráfico em Cristina

No dia 13 de outubro, foi encontrado um corpo na zona rural do município de Indianópolis. O delegado Rodrigo Luís Fiorindo Faria, que também trabalha no caso, explicou que a partir das vestes que foram encontradas junto ao corpo a Polícia Civil passou a trabalhar com a possibilidade de se tratar do empresário, que usava roupas semelhantes na última vez que foi visto. “Diante da situação, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette (IMLAR) em Belo Horizonte, com exames odontológicos da vítima”, detalhou.

Um laudo de exame odontolegal foi emitido pelo IMLAR no dia 18 de outubro, confirmando se tratar do desaparecido. O corpo foi levado de volta a Araguari e entregue à família no último dia 14 de novembro para sepultamento.

A Polícia Civil informa que as investigações permanecem em andamento para identificar a autoria do crime.

Fonte: Polícia Civil de MG

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

9 de Dezembro: Dia Internacional de Combate à Corrupção

Published

on

Divulgação/PCMG

A data foi instituída em reunião realizada na cidade de Mérida, no México, em 2003, pela Organização das Nações Unidas (ONU). O dia 9 de dezembro é um importante marco para a sociedade refletir sobre os malefícios causados pela corrupção no espaço público ou privado.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em 2019, criou o Departamento Estadual de Combate à Corrupção e a Fraudes, que conta com a Divisão Especializada de Combate à Corrupção, Investigação a Fraudes e Crimes Contra a Ordem Tributária. Essa Divisão, por sua vez, possui em sua estrutura a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção, que realiza ações em todo o estado para reprimir crimes dessa natureza no território mineiro.

Fonte: Polícia Civil de MG

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PRF e Receita Federal apreendem cerca de 7 kg de maconha na BR-381
Continuar lendo

SABARÁ

MINAS GERAIS

POLÍCIA

FAMOSOS

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA